O gengibre é utilizado desde a antiguidade, tem sabor refrescante e picante. Os benefícios do gengibre são diversos, por isso é considerado um alimento funcional.

Benefícios do gengibre

1. Ação anti-inflamatória

A função anti-infamatória é uma de suas principais propriedades, e por isso exerce um papel importante na prevenção e tratamento de doenças, como por exemplo artrose, doenças reumáticas e resfriados.

2. Função  digestiva

No processo digestivo, pode auxiliar a reduzir náuseas e melhorar má digestão. A melhor forma de consumo para auxiliar nas funções digestivas é na forma de chás. Para o preparo do chá de gengibre basta ferver junto com a água por cerca de 5 minutos.

3. Tratamento enxaqueca

Para aqueles que sofrem de enxaqueca, é difícil de tratar e lidar com as dores. O gengibre ajuda a amenizar  esta as dores fortes. Mas o consumo deve ser diário para fazer um bom efeito.

4. Emagrecimento

O gengibre contribui para a perda de peso, pois apresenta ação termogênica. A ação termogênica corresponde a maior produção de calor, ou seja, o organismo passa a gastar mais energia após o consumo de gengibre. Para quem tem dificuldade para emagrecer o gengibre pode ajudar a acelera o metabolismo energético. Para quem já está no peso saudável o gengibre pode ajudar na prevenção do ganho de peso.

5. Efeito Detox

Além disso, também é um potente antioxidante, e por isso pode ajudar a combater o inchaço. Os componentes antioxidantes ajudam a combater os efeitos danosos de toxinas no organismo

Como incluir o gengibre

As formas de consumo do gengibre são diversas. Pode ser consumido na forma de suco, na forma de chás nos dias mais frios, pode ser ralado e incluído nas saladas, ou pode ser utilizado em diversas preparações e receitas.

Contra-indicações

Não é recomendado como tratamento prolongado em mulheres grávidas e devem ser tomadas precauções com os pacientes que tomam anticoagulantes, em função da sua ação no fluxo sanguíneo. Estas precauções devem ser tomadas quando o consumo for em quantidades diárias elevadas. O consumo controlado, de até uma colher de chá por dia, é seguro.
Por Nutricionista Esportiva Tainá Carvalho